Fernando Machado

Blog

Nos tempos das passarelas

O missólogo baiano Roberto Macedo, que sabe tudo sobre misses, me deu uma notícia que me deixou contente. Em 1997 Roberto estava em Miami, onde foi assistir ao Miss Universo, quando encontrou o amigo Gilberto Ganerone, de Atlanta (EUA) e o assunto foi Miss Universo de 1962, a argentina Norma Beatrice Nolan, sua grande amiga, vivia em Miami e estava com câncer. Um dia ele foi visitá-la e Roberto perguntou se poderia ir também. Norma mandou agradecer, mas não queria ver ninguém fora do seu círculo de amizades.

norma-nolan-marlene-schmidt
Miss Universo de 1961, Marlene Schmidt, coroando Miss Universo de 1962, Norma Nolan (Foto: Reprodução)

Gilberto ao retornar do encontro confessou para Roberto que ela estava debilitada, mas não estava tão mal. Anos depois Gilberto disse para Roberto que Norma tinha vencido o câncer e estava bem de saúde, mas foge da imprensa e de qualquer publicidade. Norma continua morando em Miami, longe dos holofotes. Parece que ela tem uma livraria. Imagine que em 1998, a popular apresentadora argentina Suzana Gimenez fez um programa especial em Buenos Aires, somente com as ex-Misses Universo latino-americanas e Norma foi a única que não compareceu.

0

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.