Fernando Machado

Blog

Categoria Gastronomia

No Oleiro: Os Dois Nordestes

Rodrigo Oliveira, João Alberto e Claudemir Barros (Foto: Fernando Machado)

Milena e Manoel Ferreira (Foto: Fernando Machado)

O restaurante Oleiro Cozinha Artesanal, em Parnamirim, recebeu ontem, o festival gastronômico Os Dois Nordestes, sob o comando dos chefs Claudemir Barros e Rodrigo Oliveira, comemorando cinco meses daquele restaurante. O Chef convidado foi Rodrigo Oliveira, dono do Mocotó Restaurante, em São Paulo. Ele é paulista filho de pernambucano e o maior representante da cozinha pernambucana fora dos limites de Pernambuco.

Ed Machado, Carolina Laranjeiras e Bruno Albertim (Foto: Fernando Machado)

Erika Lacet e Duca Lapenda (Foto: Fernando Machado)

O Secretário de Cultura Gilberto Freyre Neto (Foto: Fernando Machado)

Quando foi anunciado este encontro de gastronomia as reservas se esgotaram em dois dias. O cardápio era de a gente comer rezando para Nossa Senhora Aparecida. Rodrigo apresentou dadinhos de tapioca com grãos e macadâmia, molho apimentado de manga e ceviche de peixe do dia, leite de umbu e coco fresco. Claudemir mostrou um mini carpaccio de brüllée de queijo de coalho defumado e mini chambaril vegetariano à base de caju.

Raissa Maciel, Gustavo Belarmino e Marina Simões (Foto: Fernando Machado)

Saburó e Katharina Matsumoto (Foto: Fernando Machado)

Sofia Mota e Claudemir Gomes (Foto: Fernando Machado)

Tivemos como entrada salpicão de siri, purê de mandioquinha defumada. Os pratos principais foram 2. Peixe recheado com camarão na palha, vatapá de jerimum e farofa de amendoim by o chef Claudemir Barros. E carne de sol artesanal, baião de dois cremoso pelo chef Rodrigo Oliveira. A sobremesa foi grifada pelo chef Rodrigo Oliveira e constou de frutas amarelas (crme de pequi, sorbet de butiá, compota de maracujá).  Informação importante: A executiva Sheila Wanderley passa essa semana em Brasília em reuniões com o Governo Federal. Mais poder impossível.

Thiago Vita e Silvia Lafayette (Foto: Fernando Machado)

Wanessa Lins e Wagner Ramos (Foto: Fernando Machado)

Aura lança Cardápio

Amanhã o restaurante Aura, localizado na Avenida Herculano Bandeira, 287, no Pina, estará lançando seu novo cardápio grifado pelo chef Julio Prouvot. O local é aconchegante e a comida é de fazer inveja a Marcus Gavius Apicius, um gourmet romano amante do luxo e refinado. Pois bem, no Aura, de FernandoOtávio Bandeira de Melo, dois executivos educados e vitoriosos.

Otavio Bandeira de Melo, Julio Prouvot e Fernando Bandeira de Melo (Foto: Fernando Machado)

Ontem eu tive o prazer de degustar o menu que será oficialmente apresentado amanhã por Prouvot. Os pratos têm a técnica francesa como base, mas também passeiam pelos ingredientes pernambucanos e, como disse, aquele toque apiciano. O Aura tem 60 lugares, abre para almoço de terça-feira até domingo e para jantar de terça-feira a sábado.

Edgard Homem, Wanessa Campos, Julio Prouvot e Mariana Moreira (Foto: Fernando Machado)

Degustamos o camarão rosa orgânico, falafel (origem árabe), steak tartare (carne crua picada na ponta da faca), aratu com brandade de mandioquinha e sagu crocante com páprica. Também foi servido um refrescante ceviche de peixe fresco, moqueca de guarajuba acompanhada de pirão e arroz com nozes. Inesquecível é o fettuccine artesenal com mariscos e agulhinha frita e o filé ao poivre com nhoque puxado na manteiga de tomilho.

O Chef Julio Prouvot (Foto: Fernando Bandeira de Melo)

A comida é servida em pratos de porcelana e de cerâmica, cujo mix dá aquele toque de refinamento. As sobremesas também são magníficas. Prove o fondant de chocolate com sorvete, terrine de chocolate com  avelã, torta espanhola de queijos, pão-de-ló com recheio de chocolate e sorvete de queijo do reino. Fernando, Otávio e Julio eu sai do Aura com aquele gostinho de quero mais.

 

Amanda, Clóvis e Recepção

Os noivos Clovis e Amanda (Foto: Fernando Machado)

Na Usina Dois Irmãos a gente pisa em parte da história do saneamento recifense. Como frisei ontem tudo começou no século XIX, quando os ingleses a construíram para sediar a Companhia do Beberibe, o que corresponde a uma companhia de abastecimento de água. O terreno era numa riquíssima reserva da mata atlântica e a Companhia do Beberibe foi inaugurada no dia 1 de julho de 1887. Localizada no pátio do antigo e tradicional Engenho Dois Irmãos, a Companhia do Beberibe emergiu como referência de modernidade em pleno Século XIX.

Sheila, Clovis Fernando e Ana Carolina WAnderley (Foto: Fernando Machado)

A mãe do noivo Linda Wanderley (Foto: Fernando Machado)

Amanda Barcala e Clóvis Wanderley Vinhosa receberam os convidados neste lindo set, que estava maravilhoso graças a decoração de Paulinho Melo. O grande salão foi divido em duas partes. Na maior ficaram as mesas e na outra o dancing, o palco onde subiram Neto Brayne, Nanara Belo e o próprio noivo que tinha uma banda. O DJ Wagner Campos apresentou um repertório que agradou a gregos e troianos. No espaço onde estavam os doces de Dona Brigadeiro e Benta Brigadeiro e o bolo de quatro andares by Lucinha Cascão, uma cortina de folhas de jasmins, rosas, lírios e orquídeas deu o tom de beleza.

Os irmãos João Alberto e Maria do Carmo Martins Sobral (Foto: Fernando Machado)

As irmãs Ana Luiza e Ana Carolina Wanderley (Foto: Fernando Machado)

A decoração do salão principal remetia a um imenso jardim. Do teto caiam 18 luminárias de madeira e ainda um pergolato de galhos secos tendo como contraponto esferas de vidro com orquídeas.  O bufê de a gente comer rezando para Nossa Senhora de Fátima foi grifado pela Blu’Nelle, leia-se o chef Welllington Correia. No coquetel volante tínhamos salada vietnamita com camarão, carpaccio de filé mignon, com emince de rúcula e chips de parmesão; lichia com creme de framboesa na cama de amêndoas.

Sheila Wanderley, tia do noivo (Foto: Fernando Machado)

Clóvis Fernando Wanderley, Amanda Salles e Paulo Queiroz Neto (Foto: Fernando Machado)

No coquetel quente podia-se degustar funil com creme de palmito e lâminas de Parma, folhadinho Philadelphia, real de queijos finos com frutas secas, dadinho de tapioca com queijo de coalho e geléia de pimenta, cestinha de gruyere no perfume de canela, tartalete de salmão ao siciliano, mini quiche de cordeiro com geléia de menta, guiyoza ao molho ponzu, ninho de filé mingnon com alho poro e mostarda Dijon, camarão com crisp de coco ao molho agridoce picante, camarão crocante com molho de rapadura.

Felipe Cadena e Camila Marinho (Foto: Fernando Machado)

Francisco Monteiro e Dafne Barcala (Foto: Fernando Machado)

Também tivemos mini entradas creme de siri com farofinha de dendê, canelone de queijos finos com tomate seco ao perfume de manjericão; rondelli de filé migon, ao molho cremoso de Shiimeji, musselin de bacalhau com fios de alho poro, gratinado com Grana Padano; arroz cremoso de bacalhau; anel de abóbora com camarão (uma delicia), peru com molho chutney, farofa Brunelle, pernil defumado, lamina de lombo marinado ao azeite de ervas, terrine que queijos finos; saladas (pernambucana, italiana e Bru’Nelle).

Os pais do noivo João Vinhosa e Linda Wanderley (Foto: Fernando Machado)

Os pais do noiva Ocir Marques e Mayra Barcala (Foto: Fernando Machado)

Não esquecer de que mulheres elegantes estavam no casamento, como Linda, Sheila, Ana Luiza e Ana Carolina Wanderley by Maison, Amanda Barcala, Camila Marinho, Dafne Barcala, Livia Barroso, Aline Almeida, Theresa Camilo. De parabéns o gerente Robson Pontes e o maitre Edson Luiz, da Brunelle, sempre atenciosos e competência.

Pedro Henrique Carvalho e Aline Almeida (Foto: Fernando Machado)

A elegante Theresa Camilo (Foto: Fernando Machado)

 

Parabéns, Silvana Carvalho!

Silvana, Aderson Sergio Carvalho e a filha Mirna (Foto: Fernando Machado)

Silvana e Aderson Sérgio de Carvalho reuniram um pequeno grupo de amigos no Buca Trattoria, no Espinheiro, para comemorar a idade nova de Silvana. A reunião aconteceu em ritmo de descontração de muito papo. Um coral de 30 vozes cantou os tradicionais parabéns para você e depois tivemos o corte do bolo by Gilse Damasio.

Emilia Bizarro, Ana Cristina Oliveira e Branca Goés (Foto: Fernando Machado)

Luiz Santos e sua Sueli (Foto: Fernando Machado)

O cardápio foi preparado pelo Chef Antenor Silveira Junior, especialmente para o jantar e estava de fazer inveja a Apicius com direito a finos escalopes de filé mignon, ao molho escuro de funghi secchi, vinho tinto e perfumado com mostarda de cremona; medalhão de filé sobre ninho de spaghetti com molho de mostarda, contreau e vinho decorado com massa folhada com toque de gorgonzola ao maçarico. Toque secreto de mostarda Dijon.

André Ferreira e Gilce Damaso (Foto: Fernando Machado)

Christiane Fernandes e Danilo Silva Junior (Foto: Fernando Machado)

Ainda filé grelhado com pimenta negra em grãos, molho roux brun aromatizado com conhaque. Acompanha massa fresca caseira com emulsão de manteiga, Grana Padano e nata; camarão puxado na manteiga, molho de tomate fresco e tomate pelado. Massa banhada em quatro queijos e a massa caseira do Buca Trattoria.

Mara e Emmanuel Abreu (Foto: Fernando Machado)

Viviane Uchoa e Miguel Morais (Foto: Fernando Machado)

E também tinha camarão, tomates frescos, manjericão, ervas finas e vinho branco seco são os ingrediente deste molho cujo cozimento, começa a céu aberto e termina confinado em papel alumínio para não perder o aromar das ervas. Acompanha o prato massa caseira by Buca Trattoria. Não esquecer que os doces foram grifados por Simone Barros.

Danielle Macedo (Foto: Fernando Machado)