Fernando Machado

Blog

Categoria Gastronomia

Recepção pelo Dia do Exercito

General Arthur Costa Moura e Claudia (Foto: Fernando Machado)

Glaucia e o general Nilson Ananias (Foto: Fernando Machado)

Depois da bonita cerimonia militar no Pátio Pátria Brasil, por conta do Dia do Exercito, o comandante do Comando Militar do Nordeste, general Arthur Costa Moura ao lado de sua esposa, Claudia, ofereceu um coquetel em torno dos agraciados e convidados, no pátio interno do Quartel General do CMNE. O bufê foi grifado pelo pessoal que cuida do refeitório daquela unidade militar, tendo à frente o capitão Anselmo Alves e a nutricionista Amanda Bandeira.

General Francisco Humberto Montenegro e Ana Raquel (Foto: Fernando Machado)

General Fernando Ferreira e Zenyr (Foto: Fernando Machado)

O Ministro da Defesa, Raul Jungmann, também participou da recepção e depois seguiu até a Itália, conforma já escrevemos ontem. Na quinta-feira, Raul segue até a Rússia para contatos da sua pasta. O ministro conversou muito com os comandantes do Exercito, Aeronáutica e Marinha. O ministro da Defesa degustou o frango aos quatro queijos. Um conjunto formado por músicos da Banda do Exercito fez o fundo musical.

Coronel José Antônio de Sá e Pollyanna (Foto: Fernando Machado)

Os comandantes Marcos Valle, Marcelo Petrelli e Rui Gama (Foto: Fernando Machado)

O cardápio dos mais elogiados constou de casquinho de gorgnzola, pêra ao vinho, mini recheado de tomate cereja e molho festo, canapé de camarão picante, tartalete de caponata, casquinho de siri, tartalete de bacalhau, mini quiches de Lorraine, tomate seco e espinafre com ricota; crespinho de cebola e Cheddar, folhado de tomate seco, frango aos quatro queijos escondidinho de charque e crepes.

O comandante Cleito Vaz e Tania (Foto: Fernando Machado)

Coronel Edson Gomes dos Santos sempre um gentleman (Foto: Fernando Machado)

Chá das Misses Pernambuco

Há 33 anos acontecia no Recife Palace, leia-se o gerente geral Fernando Chabert, uma tarde de chá em torno de algumas Misses Pernambuco. A lua surgia na praia quando as últimas misses chegavam ao restaurante panorâmico, do hotel de Boa Viagem, cuja vista é deslumbrante. Foi um encontro de muito glamour quando elas falaram das emoções dos momentos lindos e saudosos do tempo em que foram Miss Pernambuco. Naquela época, das 31 misses conseguimos juntar 13 divas da beleza pernambucana. Sem dúvida um fato marcante.

Cilene Aubry, Matilde Terto, Fernando Chabert, Zilene Sá Torres e Anna Elizabeth Brasileiro (Foto: Fernando Gusmão)

Marcílio Campos, Maria Eunice Mergulhão e Carmem Towar (Foto: Fernando Gusmão)

O encontro foi coordenado pela radialista Carmen Towar, pelos jornalistas Fernando Machado e Muciolo Ferreira. É bom lembrar que Carmen apresentou por muitos anos apresentou o Miss Pernambuco, assim como era a âncora do programa Misses na Passarela, na TV Rádio Clube. O fundo musical foi com o tecladista Dilermando Marroquim, que não esqueceu de incluir no setlist o hino internacional das misses, ou seja, Getting to Know You, trilha sonora do filme O Rei e Eu. Sem dúvida uma tarde que ficou marcada para as homenageadas e para os convidados especiais.

Maria Edilene Torreão, Raiolanda Castelo Branco e Vera Maria Silva (Foto: Fernando Silva)

Mônica Cardoso Lima, Simone Augusto da Silva e Maria Eunice Mergulhão (Foto: Fernando Gusmão)

Participaram do encontro as misses Maria Edilene Torreão que faturou o 6º lugar no Miss Mundo, em Londres; Raiolanda Castelo Branco (1966), Vera Maria Silva (1967), Maria Eunice Mergulhão (1968), Maria Jerusa Farias (1969), Cilene Aubry (1974), Matilde de Souza Terto (1976), Zilene Sá Torres (1977), Anne Elizabeth Brasileiro (1979), Ana Lucia Caldas (1980), Rita de Cássia Spencer (1981), Mônica Cardoso Lima (1983) e Simone Augusto da Silva (1985).

Maria Edilene Torreão, Jerusa Farias, Vera Maria Silva e Raiolanda Castelo Branco (Foto: Fernando Silva)

Rita de Cássia Spencer, Simone Augusto da Silva, Maria Eunice Mergulhão, Mônica Cardoso Lima e Cilene Aubry (Foto: Fernando Silva)

Curtindo este momento histórico estavam também Isabele e Fernando Chabert, Márcia Bandeira de Mello, Verona Lopes, Maruska Tenório (guest relations do cinco estrelas), os jornalistas Alex, Silvio Niceas, Benita Gouveia e Fátima Bahia, os estilistas Marcílio Campos, Ricardo de Castro e Gilson Guedes (que vestiram muitas misses), o personal trainer Otávio Catanho, o coiffeur Moacir Freire, os fotógrafos Fernando Silva e Fernando Gusmão, além de Márcia Pinho e Cida Amaral.

Ana Lúcia Caldas, Maria Eunice Mergulhão, Zilene Sá Torres e Anne Elizabeth Brasileiro (Foto: Fernando Gusmão)

Comida di Buteco 2017

Igor Augusto e Olinda Rodrigues com Byll de Olinda, o homenageado do restaurante (Foto: Fernando Machado)

Começa amanhã e vai até o dia 14 de maio o calendário nacional de eventos tendo o buteco como protagonista no grande espetáculo criativo da cozinha de raiz no Brasil. Vai começar o Concurso Comida di Buteco, que pretende levar quase cinco milhões de apaixonados por butecos às urnas dos mais de 500 concorrentes, em 20 cidades, para eleger o Melhor Buteco do Brasil. No Recife o evento acontece de amanhã até o dia 7 de maio, em 25 botecos do Recife, Jaboatão dos Guararapes e Olinda.

Ariani Pavan e Ana Lins (Foto: Fernando Machado)

O concurso Comida di Buteco foi criado em 2000, com a finalidade de resgatar e valorizar a culinária de raiz e os butecos espontâneos ou tradicionais. Com a missão de transformar vidas por intermédio da cozinha de raiz – Buteco Extensão de sua casa ele completa, em 2017, 18 edições e se consolida como uma das mais importantes plataformas de fomento, valorização e exposição do buteco e da cozinha brasileira, importante ícone de qualquer cultura nacional.

Carolina Almeida do Gordinhas Bar (Foto: Fernando Machado)

Em 2017, pelo segundo ano consecutivo, os petiscos terão o preço máximo de R$ 25,90, desafiando os butecos a serem criativos e acessíveis, não perdendo uma de suas características mais importantes: serem democráticos. Ontem, à noite aconteceu a coletiva para imprensa, no A Venda de Seu Biu, em Olinda. Um local muito bonito e decoração artesanal. Nas paredes obras dos artistas plásticos Tarciso Andrade e Bozó Bacamarte. Muito criativo e bonito o candelabro que caia do teto, feito de garrafas de cerveja.

Eraldo José Pirão da Confraria do Perninha (Foto: Fernando Machado)

A hostess foi Ariani Pavan que falou do objetivo do Comida di Buteco. Depois foi exibido um vídeo do concurso de 2016. Finalmente Olinda e Igor Augusto Rodrigues da Venda de Seu Biu, na Rua São Bento, 239, Varadouro, Olinda, apresentaram seu prato ao premio. Foi a Língua de Seu Biu (uma língua marinada na cerveja, servido com torradas de alho. O segundo a mostrar seu trabalho foi Eraldo José Pirão, da Confraria do Zé Perninha, na Rua Delmiro Monteiro da Purificação, 1415, Jardim Atlântico, Olinda, que mostrou o Mungunzá do Perninha.

Marcelo Pancada e Wilson Lima do Empório Baiano (Foto: Fernando Machado)

O terceiro foram Marcelo Pancada e Wilson Lima, do Empório Baiano, localizado na Rua Manoel de Carvalho, 471, Aflitos, no Recife, que apresentou o prato Baiãozinho Rendado (baiãozinho de dez servido em uma cesta de queijo parmesão. O quarto prato apresentado foi Construindo a Roda do Prefeito (croquete de bode, servido no licor de cana de açúcar e gengibre), do Gordinhas Bar, leia-se Ana Carolina Almeida Fernandes, na Rua Santa Cruz, Box 38, no Mercado Boa Vista, Recife.

Roberta e Eduardo Gouveia da Pettisqueria Gouveia (Foto: Fernando Machado)

Encerrando tivemos a Pettisqueria Gouveia, de Roberta e Eduardo Gouveia, localizado na Rua Francisco Ambrósio de Barros Leite, 382, Bairro Nobo, Olinda, apresentou casquinho de caranguejo servido em massa comestível acompanhado de farofa de milho. Foi uma noitada de muito bom gosto, com comidas criativas e saborosas. A briga pelo titulo vai ser muito grande pois ainda concorrem 20 butecos. A cerveja oficial do Comida de Buteco 2017 é a Amstel.

Parabéns, Thais Notare Lemos!

Os 80 anos da diva Thais Notare Lemos, em grande noite num deux pièces preto, foram comemorados, sábado com jantar en petit comité, no belíssimo apartamento da Avenida Boa Viagem, da filha Ângela très chique num modelo em degradée de vermelho e do genro Breno Cartaxo. Thais recebia os amigos ao lado, de Jader Lemos e dos filhos Toni, Joaquim, Jader e Angela. O local ficou mais bonito ainda com a decoração da arquiteta Carola Queiroz. Sobre alguns móveis arranjos deslumbrantes de rosas vermelhas, alstroemérias, e orquídeas, em tons de vermelho passando pelo amarelo até alcançar o branco.

Ines e Joyce Cabral da Costa, Thais Notare Lemos, Angela Cartaxo e Sandra Noronha (Foto: Fernando Machado)

Ângela e Breno Cartaxo (Foto: Fernando Machado)

A mesa estava o bolo de dois andares de Lucinha Cascão, e nos arredores dois arranjos de rosas vermelhas e dois castiçais de prata com velas brancas, e claro os docinhos by Marly. Já a mesa de três metros, onde foi servido jantar, estava coberta com uma toalha de Renascença, sobre ela dois clássicos castiçais de Lalique. E para completar o cenário um pedant art-nouveau caia do teto. Dando um efeito visual sensacional. Como contraponto minis castiçais de cristais com velas brancas, repousavam em vários móveis. Tudo era glamour, como nos velhos tempos.

Arnaldo e Tânia Pereira, Thais e Jáder Lemos (Foto: Fernando Machado)

Gláucia e Toni Rocha (Foto: Fernando Machado)

A animação ficou por conta da dupla Cleiton Melo no teclado e Junior, ao violão, com um repertório maravilhoso. Tivemos forró, música da jovem guarda não esquecer algumas de Roberto Carlos, Cely Campelo e muito rock. O dancing improvisado lotou quando foi tocado “Para bailar la bamba, / Para bailar la bamba, / Se necesita una poca de gracia, / Una poca de gracia por mi y por ti. / Ay arriba y arriba, Ay arriba y arriba, / Por ti seré, por ti seré, por ti seré. / Yo no soy marinero, Yo no soy marinero, / Soy capitán, soy capitán, soy capitán. / Bamba, Bamba, Bamba, Bamba, Bamba, Bamba”.

Joaquim Carneiro, Thais, Rebeca e Ana Lucia Carneiro com Jáder Lemos (Foto: Fernando Machado)

Jáder Lemos Filho e Márcia (Foto: Fernando Machado)

Quando pensei que turma estava cansada, que nada, surgem Os Incriveis: “Era um Garoto que como eu amava os Beatles e os Rolling Stones um coral de 300 vozes respondia: “Girava o mundo / Sempre a cantar / As coisas lindas Da América… / Não era belo / Mas mesmo assim / Havia mil garotas a fim / Cantava Help / And Ticket To Ride / Oh Lady Jane, Yesterday… / Cantava viva, à liberdade / Mas uma carta sem esperar / Da sua guitarra, o separou / Fora chamado na América… / Stop! Com Rolling Stones / Stop! Com Beatles songs / Mandado foi ao Vietnã / Lutar com vietcongs… / Ratá-tá tá tá… / Tatá-rá tá tá…”

Carlos Eduardo Noronha e Inês Cabral da Costa (Foto: Fernando Machado)

Murilo e Natália Filizola (Foto: Fernando Machado)

Também tivemos a exibição de um documentário sobre os 80 anos de Thais. Quase todos que estavam na festa quando apareciam no telão era um verdadeiro auê. Thais não conseguiu segurar as lágrimas. Foi emoção demais, assistir tantos momentos que fizeram parte da sua vida. Quando surgiu, Thais de debutante, linda e loura, ela me confessou: “Nara Leão era minha vizinha no Rio de Janeiro e foi cantar na festa. Não somente ela, mas vários outros artistas”. Parte da sua família, veio do Rio de Janeiro, prestigiar a data.

Joaquim Carneiro Filho e Laila Araújo (Foto: Fernando Machado)

Rogério e Joyce Cabral da Costa (Foto: Fernando Machado)

Depois, da sessão, foi servido um jantar de se comer rezando para Nossa Senhora da Conceição. O cardápio foi preparado pelo estafe da casa. Existe coisa mais chique do que comida caseira? E isso me fez lembrar as festas do Recife dos anos dourados. E para glamourizar ainda mais, o jantar foi servido em talheres de prata portuguesa e o pratos de porcelana inglesa. No cardápio filé ao molho de madeira, bacalhau à Gomes de Sá (Apicius deve ter ficado morrendo de inveja), salada de camarão e salada de legumes. Como sobremesas pudim de claras, mouse de morango e de goiaba.

Lúcia Carvalho, Wilton Condé e Jesonita Elihimas (Foto: Fernando Machado)

Ângela Cartaxo, Thais Notare Lemos e Tony Rocha (Foto: Fernando Machado)

Meia noite Thais foi convidada para ouvir um coral, de 50 vozes, cantar em ritmo de frevo, os tradicionais parabéns para você. E na seqüência o corte do bolo. A partir daí somente frevo. Começou com Madeira que Cupim não rói de Capiba; Evocação Nº 1 de Nelson Ferreira; Voltei Recife de Luiz Bandeira e o Último Regresso de Getúlio Cavalcanti, e etc. Para diminuir o cansaço foi tocada de Roberto Carlos Quero que tudo vá para o inferno. Thais, linda como sempre by o coiffeur Moacir Andrade, você está de parabéns, pela notável festa, foi au grand complet.