Fernando Machado

Blog

Categoria Gastronomia

Sheraton, Reserva & Italiana

Sábado, à noite, o Restaurante Reserva, do Sheraton Reserva do Paiva, que tem uma vista para o complexo das piscinas, estava lotado, por conta do Festival Gastronômico Português grifado pelo chef Fernando Fonseca, aromatizado pelos vinhos da vinícola italiana Interfood. Recebendo os convidados estavam Marcelo Rocha, Arturo Pinho e Ana Parmera. O fundo musical foi com um trio formado por Neves no acordeon, Pipa na Sanfona e o vocalista Marcos Fantini.

Arturo Pinto, Ana Parmera, Marcelo Rocha e Patrícia Brentzel (Foto: Fernando Machado)

No repertório mais músicas italianas mas fizemos uma viagem pela MPB, boleros hits internacionais. Entre as musicas lembramos Tarantela, Al Di lá, Besa me mucho, Sometimes, New York – New York, Emoções e até Roberta (Você sabe que não é verdade / Que não te quero mais / Eu sei, você não acredita em mim / Não tem confiança em mim / Roberta, me escuta / Volta novamente, te peço).

Ricardo Gitirana, Roberta Jungmann, Ana Parmera e Marcelo Rocha (Foto: Fernando Machado)

Enquanto os garçons serviam, a somalier Patricia Brentzel ia de mesa em mesa explicando o vinho que seria servido em cada prato. E o cardápio era de se comer rezando para o Santo João Paulo II. Como entrada tivemos salmão marinado, presunto Parma, bruscheta de queijo fresco com azeitona e orégano e pesto de rúcula com balsâmico aromatizado com prosecco Visconti Della Rocca brut-doc.

Arturo Pinto, Ana Parmera, Marcelo Rocha, Roberta Jugmann e Fernando Fonseca (Foto: Fernando Machado)

O segundo parto foi sinfonia do mar com salsão, cebolinha, manjericão e Pinot Grigio acompanhado pelo vinho Gabbiano Promessa Pinot Grigio. O terceiro prato foi ravioloni de cogumelos, salva e parmesão salteado em azeite de trufa com creme de leite e tomilho fresco e nozes. Esse foi aromatizado com o vinho Morelino Di Scansano-docg.

Patricia Rands e Socorro Lapenda em noite de vinhos italianos (Foto: Fernando Machado)

O último prato foi medalhões de filé mignon recheado com búfalo e tomate seco, risoto de aspargos e funcho amanteigado com crespo de abobrinha. Aromatizado com Brunello di Montalcino Rosé. E como sobremesa mil folhas de mascapone com morangos, bagas vermelhas e chocolate acompanhado pelo Sperone Moscato Spumante Rosé. E assim se passou a noite, com os olhos se enchendo de bom gosto, os ouvidos atentos ao bom papo e a boca se fartando de gosto bom.

Parabéns, Libia Simon!

Líbia de Lucas Simon e sua cunhada Socorro Atié (Foto: Fernando Machado)

Ângela de Lucas Simon (Foto: Fernando Machado)

Minha amiga Líbia de Lucas Simón, née Atiê, pode sentir quanto é querida pelas amigas, quinta-feira, quando movimentou um happy hour no Salão Arrecifes do Internacional Palace Hotel, em Boa Viagem, para comemorar seus 80 anos. Libia em grande noite by Armani, nasceu em Natal, no Rio Grande do Norte, mas sua família é libanesa. Nesta sua última viagem ela esteve no Líbano e trouxe de lá os doces que foram servidos no encontro.

Alizete Maynard e Norma Dubeux Mattos (Foto: Fernando Machado)

Marina Paiva (Foto: Fernando Machado)

Foi um encontro muito alinhado e com direito ao Quarteto Bravo, da Orquestra Bravo, que interpretou musicas eruditas. E o mais importante, Libia não quis presentes e sim lençóis de solteiro que serão doados para entidades filantrópicas. A decoração do local estava irrepreensível e foi grifada por Fabiano Reis e Silvio Medeiros. O Arrecifes ficou parecendo um jardim com destaques para rosas e orquídeas brancas.

Thereza Lapa Carneiro de Albuquerque e Lilian Bandeira (Foto: Fernando Machado)

Taciana Cunha Rego Zillo by D&G (Foto: Fernando Machado)

Na mesa de doces libaneses repousava uma foto da família Atiê, em Bechare. Noutra mesa estavam os doces de Maria Alice Fernandes, que não precisa de apresentações. Um coral de 135 vozes cantou os tradicionais parabéns para você e depois Libia cortou o bolo, (sobre ele estava um pedaço de cedro escrito em libanês parabenizando a aniversariante pela data), que estava muito saboroso e foi confeccionado no próprio Hotel.

Fátima Antunes Malta (Foto: Fernando Machado)

Isis Barbalho Santini (Foto: Fernando Machado)

O bufê estava de se comer rezando para Nossa Senhora da Líbia. O chef Amaury Cruz colocou no cardápio mini quiche Lorraine, de alho poro e de carne seca, mini empadas de frango, massa filo com peru defumado, mini escondidinhos de camarão e de charque, saladas de folhas nobres, de farfale, de berinjelas e mussarela de búfalo, mini sanduíches de atum e de lombo com abacaxi.

Maria Euthymia Pimentel e Magaly Monteiro Gueiros (Foto: Fernando Machado)

Sunny e Silvia Guidotti (Foto: Fernando Machado)

Ainda crepes de frango com molho branco, pata negra, torta de palmito e de camarão, filé mignon com molho Demi Glacê, espqguete ao molho de tomate e quatro queijos, arroz de brócolis e amêndoas. Como sobremesas uvinhas, brigadeiros, beijinhos, pudim de claras, mousse de chocolate, torta suíça, míni tarteletes folhados com geléia de morango, cheesecake, bolo de macaxeira, baba de camelo.

Rosinha Spinelli, Libia de Lucas Simon e Vera Costa (Foto: Fernando Machado)

Miriam Rushansky Falcão e Leda Barros Lima (Foto: Fernando Machado)

Simone e Walter capricharam na recepção

Depois da bela cerimônia realizada nos jardins, quando começou ao por do sol, os noivos, Simone Duque de Miranda e Walter França, receberam os cumprimentos no interior da residência no Condomínio Imperial Grande Village, em Gravatá. Com uma vista cinematográfica para a Serra do Maroto. O chalé de quatro pavimentos é muito bonito. Gostei muito de um carrinho de curativos que virou bar. Num ficou a mesa com bolo e outra com doces by Lucinha Cascão. A casa parecia um jardim de tantas flores.

Eugênio servindo espumante para Walter e Simone (Foto: Fernando Machado)

Márcia Ribeiro, Sandra Lessa e Niara Branco (Foto: Fernando Machado)

O decorador Robson Chagas distribuiu vários arranjos de rosas, lisiantos, bocas de leão, lírios e orquídeas em dégradé róseas. A varanda virou uma boate de céu aberto. Simone e Walter saíram circulando para cumprimentar os amigos. Para as danças tivemos o DJ Thiago Carvalho que colocou nas picapes um flashback de músicas dos anos 70. Podia ouvir Bee Gees, The Beatles e Elvis Presley, etc. Depois subiu ao palco a Orquestra Star e Daniella Veroli, cujo repertório foi muito elogiado.

Diniz Eugênio e Flávia Diniz (Foto: Fernando Machado)

Flávia e Diniz Claudio (Foto: Fernando Machado)

Também neste salão repousavas cadeiras e mesinhas altas para os convidados. Quando a banda tocou Despacito à turma foi ao delírio. O cardápio da Blu’Nelle, by chef Wellington Correia, como sempre, era de se comer de joelhos. Quero parabenizar o gerente Eugenio Raimundo pela competência e simpatia. É um capitulo a parte. No coquetel de frios podiam-se degustar tostas de cogumelos silvestre com mascarpone ao perfume siciliano, lichia com creme de framboesa na cama de amêndoas.

Márcio e Michelle Miranda, Walter, Simone e Claudio Miranda (Foto: Fernando Machado)

Leo Coutinho, Micheline Vilela e Jamesson Medeiros (Foto: Fernando Machado)

No bufê de frios salada de bacalhau com olivas negras, salada Waldorf com castanhas de caju, terrine de queijos finos com crosta de nozes, pasta de grão de bico com torrada de pão sírio, quiche de perdiz com calda quente de framboesa, queijos (Gruyere, Provolone, Gouda), brie folhado com mel, lâmina de lombo marinado ao zeite de ervas com anéis de cebola e olivas verdes, farofinha Blu’Nelle, pernil defumado com frutas caramelizadas, frutas secas (nozes, tâmara e damasco), focaccia com sal grosso e alecrim, chips de raízes.

Claudia Brasileiro e Paulo Moraes (Foto: Fernando Machado)

O decorador Robson Chagas (Foto: Fernando Machado)

No coquetel quente nossos olhos podia alcançar ninho com recheio de filé mignon, alho poro e mostarda Dijon, vol au vent de champignon de Paris, folhadinho Philadelphia, roal de queijos finos com frutas secas, guyoza ao molho ponzu, cestinha de gruyere no perfume de canela, mini quiche de cordeiro com geléia de menta, cone folhado de queijos finos e geléia de pimenta, camarão com crips de coco ao molho agridoce picante. É bom lembrar as mini entradas: ceviche de frutos do mar com milho peruano e canelone de queijos finos com tomate seco ao perfume de manjericão.

Suzana Aguiar (Foto: Fernando Machado)

O músico Jorge Lima e a cantora Daniella Verolli (Foto: Fernando Machado)

No bufê quente podia escolher arroz de limão siciliano com salmão, anel com creme de batata e emince de filé mignon, ao molho de Shiimeji. E os empratados estavam deliciosos. Rondelli de filé mignon ao molho Chablis com trilogia de cogumelos, arroz de pato com laminas de amêndoas, servido ao mini tacho de cobre, musseline de bacalhau com fios de alho poró, gratinado com Grana Padano. A noitada além de linda até onde não poder mais, foi passando com os nossos olhos se enchendo de bom gosto, os ouvidos atentos ao bom papo e a boca se fartando de gosto bom.

No Castellus no IRB

Abdon Vilanova fazia tudo de um chef no Grupo de Julião Konrad, mas não tinha ainda a coragem de se assumir chef. Até que chegou a chance e quem saiu ganhando foram os clientes do Restaurante Castllus, no Instituto Ricardo Brennand, na Varzea, onde está acontecendo um festival gastronômico a quatro mãos: Abdon e Claudemir Barros. No cardápio temos como entrada quenele de tipalia com geléia de pimenta de cheiro e carne de sol, musseline de batata doce, usseline de inhame e Crusoé de couve by Claudemir e tarta de banana da terra com crisp de charque by Abdon.

Abdon Vilanova pilotando as panelas com muito sucesso (Foto: Fernando Machado)

Como prato principal: camarão na manteiga de garrafa com laminas de coco e coentro sob purê rústico de jerimum e bisque, além de ragu cozido com risoto de couve, acompanhado de farofa de rico by Abdon Vilanova; Também carré de cordeiro com purê de inhame e molho Roty e filé de crosta de cogumelo e ervas com batata grata ao velotê de shoyo by Claudemir Barros. Para sobremesas crepe de maçã e culis de maracujá e sorvete de creme e caju confit com farofa de castanha e sorvete de coco grifados por Claudemir Barros.