Fernando Machado

Blog

Categoria Pausa Poética

Pausa poética

“O otimista pode até errar, / Mas o pessimista já começa errando…”. Juscelino Kubitschek (1902/1976)

Pausa Poética

“Eu sei que determinada rua que eu já passei / Não tornará a ouvir o som dos meus passos. / Tem uma revista que eu guardo há muitos anos / E que nunca mais eu vou abrir”. Raul Seixas (1945/1989)

Pausa Poética

“Se a gente cresce com os golpes duros da vida, também podemos crescer com os toques suaves na alma”. Cora Coralina (1889/1985)

Pausa Poética

“A consciência é o último ramo da alma que floresce; só dá frutos tardios”. Joaquim Nabuco (1849/1910)