Fernando Machado

Blog

Categoria Notícias da Caserna

Parabéns, Brigada de Infantaria Motorizada!

O historiador militar Maya Pedrosa entre os generais Montenegro e Moura (Foto: Fernando Machado)

Os 44 anos de fundação da 10ª Brigada da Infantaria Motorizada foram comemorados, sexta-feira, pela manhã, no seu Quartel General, encravado no belo santuário da Mata Atlântica, no Curado, onde podemos observar arvores centenárias, com direito a muita pompa e circunstância. Como estava neblinando, os pássaros não deram sinal de sua graça nos céus do Curado.

Alberides Passos deixou de ser padre para lutar na guerra (Foto: Fernando Machado)

A cerimônia foi presidência do comandante do CMNE, general Athur da Costa Moura. A entrada no pa´tio dos 11 pelotões das companhias que formam a 10ª Brigada de Infantaria Motorizada, ao som do dobrado Acelerado 1, executado pela Banda de Musica do CMNE, sob a regência do maestro Aldair, remetia a um filme de Hollywood. Todo contingente surgia sob a imensa Bandeira do Brasil. Lindo demais.

Darlene e o filho Marcello Diniz Cordeiro (Foto: Fernando Machado)

Um corneteiro deu o toque de acelerado e foram prestadas as honras regulamentares ao general Moura e a seguir a tropa foi apresentada. A 10ª Brigada de Infantaria Motorizada é composta pelo 14º Batalhão de Infantaria Motorizado (Jaboatão dos Guararapes), pelo 59º Batalhão de Infantaria Motorizado (Maceió), pelo 71º Batalhão de Infantaria Motorizado (Garanhuns), pelo 72º Batalhão de Infantaria Motorizado (Petrolina).

O general Nilson Ananias e sua Gláucia (Foto: Fernando Machado)

Ainda pelo 7º Grupo de Artilharia de Campanha (Olinda), pelo 14º Batalhão Logístico (Recife), pelo 10º Esquadrão de Cavalaria Mecanizado (Recife), pelo 1ª Companhia de Infantaria (Paulo Afonso), pelo 10ª Companhia de Engenharia de Combate (São Bento do Una), pelo 14ª Bateria de Artilharia Anti-Aérea (Olinda), pela 7ª Companhia de Comunicações (Recife) e pelo 10º Pelotão de Polícia do Exército (Recife).

General Marcelo Aguiar e o jornalista Ronan Drummond (Foto: Fernando Machado)

Outro momento emocionante foi quando a platéia, militares e civis, entoou a canção da 10ª Brigada de Infantaria Motorizada, de autoria de Cloves José Ferreira (letra) e Francisco Sobreira Alencar (música). Também tivemos a entrega de Diplomas de Amigo da Brigada e para 16 autoridades (civis e militares), tendo como fundo musical, Amigos para Sempre tema dos Jogos Olímpicos da Espanha, em 1992, de Andrew Lloyd Webber (música) e Don Black (letra).

O jornalista Antônio Azevedo e o general Geraldo Gomes de Mattos (Foto: Fernando Machado)

Também tivemos uma homenagem mais que especial ao expedicionário Alberides Passos que lutou 11 meses na Itália, na II Guerra Mundial, no dia 9 de dezembro, ela fará 97 anos. Ainda bem o Exercito lembra-se dos seus heróis. Depois tivemos as falas dos comandantes da Brigada general Francisco Humberto Montenegro Júnior e do CMNE, general Arthur Costa Moura. Nas duas falas muito respeito à nação, aos heróis militares e ao povo brasileiro.

Ana Raquel e o general Francisco Humberto Montenegro ao lado do bolo (Foto: Fernando Machado)

E para encerrar a cerimônia militar a tropa, cerca de 300 homens, desfilou ao som do Hino à Guararapes e Fibra de Heróis.  Depois foi servido um coquetel no rancho dos oficiais. O cardápio era de comer rezando para Nossa Senhora dos Prazeres. O prato de resistência foi escondidinho de charque. Um detalhe: a água de coco servida foi dos coqueiros erguidos nos arredores do pátio.O local é muito bonito e acolhedor.

O coronel Francisco Campos Freire à côté Jéssica Priscila da Silva (Foto: Fernando Machado)

Informação Importante: Na década de 70, o Exército Brasileiro sofreu uma profunda transformação em sua doutrina de emprego, evoluindo de Base Regimental-Divisionária, estruturas sob as quais combatera na 2ª Guerra Mundial, para uma nova organização tática, mais adequada às áreas operacionais do contingente sul-americano. A partir desses novos conceitos surgiram as Brigadas de Infantaria e de Cavalaria.

O coronel José Antônio de Sá e Pollyanna (Foto: Fernando Machado)

Assim, dentro da citada evolução, em 17 de agosto de 1973, foi criada a 10ª Brigada de Infantaria Motorizada, ocupando sede provisória na Rua do Hospício, junto ao Comando da 7ª Região Militar e 7ª Divisão de Exército. Seu primeiro Comandante, foi o general de brigada Gabriel D’annunzio Agostini. A 10ª Brigada de Infantaria Motorizada ocupou as instalações do atual Quartel-General do Curado, em 26 de novembro de 1976.

O tenente Sena ao lado da arquiteta que projeto o Museu da Brigada (Foto: Fernando Machado)

Antes o local pertencia ao antigo Instituto de Pesquisa Agrícola do Nordeste, órgão do Ministério da Agricultura. Herdeira das tradições dos terços que combateram nos Montes Guararapes, recebeu o estandarte e a denominação histórica de Brigada Francisco Barreto de Menezes. Foi Barreto de Menezes que, enquadrando a força patriota composta de Felipe Camarão, Henrique Dias, Fernandes Vieira, Dias Cardoso e Vidal de Negreiros, expulsou os holandeses.

Os Amigos da Brigada quando recebiam suas homenagens (Foto: Fernando Machado)

Do Derby até o Campo das Princesas

O tititi entre os militares que assistiram à solenidade de formatura dos novos sargentos da PMPE, anteontem, no quartel general do Derby, era a participação do chefe da Casa Militar, coronel Eduardo Pereira, usando trajes civis, afinal ele é da ativa, chefia um órgão militar, a solenidade era militar e realizada em uma organização militar. Imperdoável, diziam alguns. Estranho, diziam outros. Por falar em Eduardo Pereira, os comentários é que ele está transformando a Casa Militar em uma sucursal da União dos Evangélicos da PMPE, presidida pelo próprio ele.

Paulo Câmara, coronéis Vanildo Maranhão e Eduardo Pereira com o Secretário de Defesa Antônio Cavalcanti (Foto: Wagner Ramos)

Talvez por isso ele compareceu à cerimônia dos sargentos usando terno. Será que ele confundiu as agendas, pensando que iria a um culto Protestante? Governador Paulo Câmara lembre-se que o governador Eduardo Campos, colocou um coronel protestante no comando da PMPE, que somente entrou no gabinete quando foi retirado o Crucifixo. Já houve vários casos de mortes este ano com o pessoal da Casa Militar e Cerimonial. O blog não é babalorixá, mas às vezes recebe um avião de santo. Lá isso recebe!

O II COMAR tem novo comandante

Os brigadeiros Aguiar, Rossato e Egito (Foto: Fernando Machado)

O brigadeiro Walcyr à côté major Verônica Souza Lacerda (Foto: Fernando Machado)

Fazia tempo, e bota tempo nisso, que não assistia uma solenidade militar foi tão prestigiada como a última passagem de comando do II Comando Aéreo Regional, pois até o final do ano vai virar Guarnição do Recife. Estamos nos referindo aquela que o major brigadeiro do ar Luiz Fernando de Aguiar passou para o brigadeiro do ar Walcyr Josué de Castilho Araújo, com direito a muita pompa e circunstância.

Desembargador Leopoldo Raposo, ministro Raul Jungmann, governador Paulo Câmara, brigadeiros Rossato, Aguiar e Walcyr (Foto: Wagner Ramos)

A cerimônia foi presidida pelo governador Paulo Câmara. A trilha sonora foi da Banda de Música da Base Aérea do Recife, sob a batuta de Josué Francisco das Neves. Primeiro tivemos a execução do Hino Nacional, cantado por um coral de 3.500 vozes. O local um santuário rodeado de altos coqueiros, palmeiras imperial e ciprestes centenários e de quebra fica na planície dos Montes Guararapes, onde aconteceu a Batalha dos Guararapes em 1648/1649. Tudo ali se respira história e patriotismo.

Os brigadeiros Walcyr e Aguiar passando revista na tropa (Foto: Fernando Machado)

A cerimônia foi iniciada quando a chegada ao palanque do governador Paulo Câmara, do Ministro de Defesa Raul Jungmann, do Comandante da Aeronáutica, Brigadeiro do Ar Nivaldo Luiz Rossato, e do Comandante de Preparo, tenente-brigadeiro Antônio Carlos Egito do Amaral. Os comentaristas, sargentos Leandro Santos e Cristine Ferreira, convidam os brigadeiros do ar Luiz Fernando de Aguiar e Walcyr Josué de Castilho Araujo para ocuparem seus lugares para a passagem de comando.

Ana Raquel Montenegro, Ana Lucia Jaborandy, Claudia Moura e Maristela Portella (Foto: Fernando Machado)

O ato foi presidido pelo brigadeiro do ar Antônio Carlos Egito do Amaral. Terminada a transmissão de cargo os brigadeiros do Luiz Fernando de Aguiar e Walcyr Josué de Castilho Araujo, passaram em revista à tropa, ao som do Hino Sete de Setembro. Tivemos as falas do brigadeiro do ar Luiz Fernando de Aguiar, do novo comandante Walcyr Josué de Castilho Araujo, do brigadeiro Antônio Carlos Egito do Amaral, e do Ministro da Defesa Raul Jungman.

Os desembargadores Leopoldo Raposo, Eurico de Barros e Manuel Erhardt com o general Arthur da Costa Moura (Foto: Fernando Machado)

Todos elogiaram a ação do brigadeiro Eduardo Gomes, o carioca que colocou o Recife no mapa da aviação brasileira, ao criar o II COMAR. Agora é o pernambucano Raul Jungman que vai desativá-lo. Porém, todos elogiaram a idéia brigadeiro Eduardo Gomes, o carioca que colocou o Recife no mapa da aviação brasileira. Neste momento como faz falta um político como Marco Maciel.

Sheila Matuchwski, Sarah Moreira, Lais Costa e Sueçy Reis (Foto: Fernando Machado)

O discurso do brigadeiro Luiz Fernando de Aguiar foi lindo de mais. Um poema com recheio de patriotismo, de amor à Força Aérea Brasileira, à família e aos amigos. Fiquei muito orgulhoso porque o brigadeiro Aguiar incluiu nosso nome nessa lista. Não me causou surpresa, pois o cidadão Luiz Fernando de Aguiar é um gentleman e sua esposa Teresinha, uma lady. Sentirei muita falta do casal.

O brigadeiro Aguiar e Teresinha com o filho Fernando (Foto: Fernando Machado)

Encerrada a solenidade militar aconteceu o desfile da tropa ao som do dobrado brigadeiro Luiz Fernando Aguiar e na seqüência a canção do II COMAR letra do meu amigo o coronel aviador Gilberto de Castro e musica do capitão musico Moisés da Paixão. Os convidados seguiram até o foyer onde aconteceu um coquetel de a gente comer rezando para Nossa Senhora dos Prazeres.

O brigadeiro Walcyr cumprimentando o governador Paulo Câmara (Foto: Wagner Ramos)

Os apresentadores Leandro Santos e Cristine Ferreira (Foto: Fernando Machado)

Notícias da Caserna

Este ano a cerimônia do 7 de Setembro, dia da Independência do Brasil, será realizada mais cedo, às 8h30, no mesmo local, ou seja na Avenida Mascarenhas de Moraes, na Imbiribeira. O palanque das autoridades ficará novamente em frente ao Geraldão. Primeiro teremos o desfile estudantil e na seqüência o dos soldados.

A Marinha do Brasil recebe inscrições para 90 vagas no Concurso Público do Corpo Auxiliar de Praças até o próximo dia 31. As oportunidades são para ambos os sexos e é necessário ainda ter menos de 25 anos no dia 1º de janeiro de 2018. Informações no site  ingressonamarinha.mar.mil.br  ou comparecer a uma das Organizações Militares da Marinha.10