Fernando Machado

Blog

Categoria Nos bastidores da Política

Bolsonaro: Venceremos o Vírus

O presidente Jair Bolsonaro fez um pronunciamento, terça-feira, em rede nacional de rádio e televisão, em que situou a população do momento atual que o País enfrenta em relação à pandemia do coronavírus (Covid-19) e como o Governo Federal está agindo para conter os efeitos do avanço do vírus. Ele lembrou que o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, se reuniu com praticamente todos os secretários estaduais de Saúde para que o planejamento estratégico de enfrentamento ao vírus fosse construído.

O presidente Jair Bolsonaro (Foto: Divulgação)

Agora, com a chegada do vírus ao País, Bolsonaro afirmou que a pandemia está sendo enfrentada pelas autoridades públicas e que brevemente passará. Ele ainda lembrou que a maioria das pessoas não terá qualquer manifestação caso se contamine. O presidente destacou, ainda, que o FDA (agência federal do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos) e o Hospital Albert Einstein, em São Paulo, buscam a comprovação da eficácia da Cloroquina no tratamento do Covid-19.

Nos Bastidores da Política

Primeiro-secretário da Assembleia Legislativa de Pernambuco, o deputado estadual Clodoaldo Magalhães, que é endocrinologista e focado na área da saúde, anunciou que vai destinar todas as suas emendas parlamentares de 2020 para o setor. O objetivo é reforçar o combate à pandemia do Novo Coronavírus (COVID-19) no nosso estado.

Deputado Clodoaldo Maglhães (Foto: Divulgação)

O valor, de quase R$ 1,9 milhão, vai ser utilizado para aquisição de ambulâncias, EPI’s, aparelhos respiratórios e custeio da área de saúde. O deputado acredita que é preciso união para combater à pandemia e defende que as pessoas devem permanecer em casa para evitar que o vírus se propague numa velocidade que comprometa o sistema de saúde e o atendimento ao cidadão.

Nos bastidores da Política

Com o avanço dos casos de pessoas infectadas com o novo coronavírus no Brasil, o deputado estadual por Pernambuco Alberto Feitosa está propondo que o fundo eleitoral para as eleições de 2020, no valor de R$ 2 bilhões, seja destinado imediatamente para a Saúde. O parlamentar afirma que, “não há como priorizar nada que não seja a saúde e a dignidade do povo”.

O deputado Alberto Feitosa (Foto: Fernando Machado)

O deputado também afirma ser essencial a suspensão das eleições municipais e irá solicitar que os prazos eleitorais comecem a valer, em princípio, a partir de agosto, com a realização dos pleitos apenas em março de 2021. Tendo em vista que, segundo o Ministério da Saúde, a normalidade quanto à ação do vírus acontecerá apenas no oitavo mês do ano. “É importante que toda a população já esteja segura, para aí sim, podermos realizar as eleições municipais”, concluiu.

Indignação vence o medo

Mascaras e repúdio ao Congresso e STF (Foto: Fernando Machado)

A indignação levou ontem até à Avenida Boa Viagem, cerca de cinco mil pessoas, contra o Congresso Nacional e o Supremo Tribunal Federal. Muita gente foi de máscaras nas cores verde e amarela. Tudo começou com a oração do Padre Nosso e a execução do Hino Nacional. Foi um protesto bonito, uma pena que a PMPE algemou e prendeu o motorista de Trio Elétrico, que nem atuou na passeata.

A comissão de frente da passeata (Foto: Fernando Machado)

No final da manifestação ainda a PMPE levou preso o líder do Movimento. E é porque o Governador o Estado condena o regime militar. O presidente Jair Bolsonaro desaconselhou a realização do movimento por conta da pandemia do coronavírus. Acontece que o povo está cansado da roubalheira dos políticos e do apoio que os ministros dão aos bandidos. Muitos manifestantes estavam com camisas verde e amarela, além de empunharem o Pavilhão Nacional.

Fátima Machado e sua máscara (Foto: Fernando Machado)

A concentração foi nos arredores da Padaria Boa Viagem e depois o cortejo seguiu até o Segundo Jardim. Na pauta do movimento: o orçamento impositivo, a prisão em Segunda Instância e a CPI da Lava Toga. É bonito quando um brasileiro mostra seu amor ao seu país. Uma das músicas mais cantadas foi “A nossa bandeira jamais será vermelha”. Um manifestante confidenciou: “Quando um coqueiro nascer vermelho pode ser que nossa bandeira mude de cor”.