Fernando Machado

Blog

Categoria televisão

E assim se passaram 50 anos

Quando o Jornal Nacional foi ao ar no dia 1º de Janeiro de 1969, a Diva da Imprensa de Pernambuco, Jô Mazzarolo brincava de boneca na sua terra natal, Alegrete, no Rio Grande do Sul. Domingo quando ele comemorou 50 anos, estava na festa que aconteceu no Macuge, restaurante localizado no Jóquei, no Jardim Botânico, no Rio de Janeiro, como profissional de primeira Linha. Naquela noite de segunda-feira, entrava no ar a primeira edição do Jornal Nacional, tendo como âncoras Hilton Gomes (1924/1999) e Cid Moreira.

Herbert Fiuza, Márcio Bonfim sendo muito cumprimentado pela atuação no JN e Jô Mazzarolo (Foto: Instagram)

Domingo, Hilton não estava, mas, Cid Moreira representou a bancada daquele jornalismo e foi festejado por Jô Mazzarolo. Ela também pode cumprimentar Alice Maria, Sérgio ChapelinWilliam Bonner pelo cinquentário do Jornal Nacional. Na ocasião foi lançado o livro JN – 50 anos de telefornalismo pela Editora Globo. Nas 457 páginas, puderam ler os depoimentos de fundadores da Globo, de diretores e de jornalistas que fazem o Jornal Nacional.

Réquiem para Marilene Silva

É com tristeza que comunicamos o falecimento, ontem em Macaé, no Rio de Janeiro, da cantora, atriz e advogada Marilene Silva. Um dos grandes nomes do nosso rádio, Marlene Pereira da Silva nasceu em Viçosa, Alagoas, em 7 de fevereiro de 1935. Começou cantando na Radio Difusora de Alagoas. Mocinha veio para o Recife e foi até a Radio Jornal do Commercio para fazer um teste. Foi aprovada e coube a Amarílio Nicéas mudar seu nome para Marilene Silva.

Marilene Silva, um nome que a historia guardou (Foto: Divulgação)

Começou como cantora e depois virou radioatriz. Quando a TV Jornal do Commercio foi inaugurada foi trabalhar no Canal 2. Atuou no programa Você Faz o Show de Fernando Castelão. Depois foi para a TV Rádio Clube, porque começou namorar Paulo Pessoa de Queiroz. Em 1970 trocou o Recife pelo Rio de Janeiro, onde concluiu seu curso de Direito, iniciado na Unicap. Em 1983, se casou com Paulo. Desde ontem que Marilene foi se encontrar com o amor de sua vida.

Luana é de Lua

Aconteceu na noite de terça-feira, na Casa das Caldeiras, em São Paulo, a festa de lançamento do programa Luana É de Lua, estrelado pela atriz e apresentadora Luana Piovani, um dos destaques do canal E! para 2019. Luana É de Lua estreia em 25 de junho, às 21h, só no E! Entertainment. O programa vai abordar temas como fantasias sexuais, monogamia, fama e envelhecimento, autoimagem, influenciadores digitais e assédio.

Luana Piovani e Marcello Coltro (Foto: Cristina Villares)

Prestigiaram o evento, entre outros, Marcello Coltro (executivo brasileiro responsável pela programação e produções originais do E! Entertainment), Ricardo Almeida, Cassio Scapin, Beth Szafir, Luciano Szafir, Luhanna Melloni, Juju Salimeni, Rita Von Hunty, Penelopy Jean, Ikaro Kadoshi, Bárbara Evans, Ju Malaguti, Renata Kuerten, Fluvia Lacerda, Mayara Russi.

 

Broxar é um drama

Eu bebi, Tô com a cabeça girando pra caramba, Eu tô cansado. Essas são algumas das desculpas que Alexandre (Fábio Porchat) começa a usar quando se dá conta que nem seu próprio pênis (Rafael Portugal) sabe explicar o que está acontecendo com sua vida sexual, antes tão ativa. Com oito episódios (30 minutos de duração cada), Homens? estreia nesta segunda-feira, às 22h, no Comedy Central.  Homens? é uma coprodução do Comedy Central e Porta dos Fundos.

Gabriel Godoy, Fabio Porchat, Rafael Logam e Gabriel Louchard (Foto: Divulgação)

Sem saída, após usar sua última desculpa (a clássica do excesso de sono), Alexandre encontra com seus amigos Gustavo (Gabriel Godoy), Pedrinho (Raphael Logam) e Pedro (Gabriel Louchard) para contar que está broxa. Há exatas 23 vezes. Dentre muitas sugestões, como procurar um urologista e tomar viagra (ambas sem sucesso), o grupo decide que Alexandre precisa de uma “psicóloga de rua”. As operadoras Oi TV, SKY (pós e pré-pago) e Vivo TV estarão com sinal aberto para a estreia.

 

  • 1 2 4