Fernando Machado

Blog

Categoria cinema

Cinema, Jantar & Relógios

A Jaeger-LeCoultre, parceira oficial do Festival Internacional de Cinema de Veneza pelo 14º ano consecutivo, recebeu 80 convidados do mundo inteiro no Palais Pisani Moretta. Em homenagem à arte cinematográfica, CEO da Jaeger-LeCoultre, Catherine Rénier recebeu o ator britânico Benedict Cumberbatch e o ator sul-coreano Lee Byung-Hun, em um palácio que já recebeu o Tsar Paul I da Rússia, Joséphine Bonaparte, o imperador romano Joseph II e Goethe.

Benedict Cumberbatch e Catherine Renier (Foto: Divulgação)

O destaque da noite foi uma Letters Live Performance  do embaixador da marca Jaeger-LeCoultre, Benedict Cumberbatch. O Letters Live é uma iniciativa filantrópica que promove o poder da alfabetização convidando artistas de diferentes países a realizarem leituras ao vivo de cartas históricas no palco, enquanto adicionam sua própria interpretação artística ao texto original. O palácio onde aconteceu o evento é de a gente ficar babando.

Tom Yorke, Benedict Cumberbatch, Sophie Hunter, Joanne Froggatt e David Cronenberg (Foto: Divulgação)

Benedict Cumberbatch e Lee Byung-Hun usaram relógios da coleção Jaeger-LeCoultre Polaris, lançados no SIHH 2018 e inspirados no relógio de mergulho Memovox Polaris de 1968. A coleção Jaeger-LeCoultre Polaris 2018 possui a mesma elegância esportiva e espírito aventureiro do original.

Festival de Cinema Italiano

Adriano Giannini e Valeria Golino em Emma (Foto: Divulgação)

O Cônsul da Itália, Gabor de Zagon, estará à frente hoje de um drinque de boa vindas por conta da abertura Festival de Cinema Italiano que se realizará no mezanino do Cine São Luiz, às 16h30. A 5ª edição da Festa do Cinema Italiano começa hoje e vai terminar na próxima quarta-feira, sempre no Cinema São Luiz.

Stefano Accorsi e Perfrancesco Favin em Aqui em Casa tudo Bem (Foto: Divulgação)

Temos às 15h, a exibição do filme Emma, de Silvio Soldino, cujo elenco é formado por Valeria Golino, Adriano Giannini, Arianna Scommengna, Laura Adriani e Anna Ferzetti. Às 17h Aqui em Casa tudo Bem de Gabrielle Muccino, no elenco Stefano Accorsi, Carolina Crescentini, Elena Cucci, Tea Falco e Perfrancesco Favin.

Stefano Accorsi e Jasmine Trinca em Fortunata (Foto: Divulgação)

E finalmente às 20h, Fortunata de Sergio Castellitto e no elenco Jasmine Trinca, Stefano Accorsi e Alessandro Borghi. As pessoas que gostam do cinema italiano não podem perder este festival.

Dira Paes é Pureza

Pureza é um longa-metragem inspirado em fatos reais. O filme narra a história de uma mãe que procura por seu filho desaparecido e o encontra numa rede de fazendas praticando o trabalho escravo no interior da Amazônia. Ela se emprega numa dessas fazendas onde testemunha o tratamento brutal de trabalhadores rurais e o desmatamento florestal, mas consegue escapar e denuncia os fatos às autoridades Federais.

Dira Paes conversando com Renato Barbieri (Foto: Magno Barros)

O longa Pureza está sendo rodado em Marabá, com Dira Paes, que vive a protagonista que dá nome ao filme; Flávio Bauraqui, que interpreta o capataz Narciso; e Matheus Abreu que faz Abel, o filho de Pureza. Mariana Nunes, Claudio Barros e Sergio Sartório completam o elenco. O roteiro é de Renato Barbieri e de Marcus Ligocki Jr., que também assina a produção executiva ao lado de Affonso Beato e Paulo Morelli. O filme é produzido pela Gaya Filmes e Ligocki Entretenimento.

Maior que o Mundo

Depois de três semanas e meia intensas, as filmagens de Maior que o Mundo foram concluídas quinta-feira, em São Paulo, com a produção da Popcon, leia-se Tatiana Quintella, escrita por Reinaldo Moraes, autor dos romances Tanto faz (1981) e Abacaxi (1985). Na trama, Eriberto Leão (O Outro Lado do Paraíso, Assalto ao Banco Central e De Pernas pro Ar 2) vive o protagonista Kbeto, um escritor em crise criativa e moral. No elenco, entre outros, temos ainda Maria Flor, Giovanni Venturini, Carolina Dias, Gabi Lopes, Lucas Miagusuku, Gabriel Godoy, Fernanda Young, Luana Piovani.

Maria Flor, Gabi Lopes, Eriberto Leão e Luana Piavani (Foto: Flavia Montenegro)

Sinopse: Kbeto, um escritor cinquentão que sofre de bloqueio criativo há 20 anos vive atrás de inspiração para escrever seu segundo romance e dar continuidade a uma interrompida carreira literária. Em intermináveis sessões de boemia explícita no Baixo Augusta, em São Paulo, Kbeto leva uma vida cuja única preocupação é onde irá beber ou transar a seguir. Certa noite, por absoluto acaso, topa com um diário jogado numa caçamba. Entusiasmado pela história do anão Altair, transcreve o bombástico manuscrito e vende como uma história sua. É aí que seus problemas começam: o verdadeiro autor da história não demora a aparecer com um uma ira criminosa que faz seu dedo coçar de vontade de apertar o gatilho.

  • 1 2 4