Fernando Machado

Blog

Categoria jornalista

Marcus o mais jovem jornalista do Estado

Marcus Vinícius de Albuquerque nasceu em Limoeiro, tem 15 anos, e desde os 11 caminha em meio às ondas radiofônicas e televisivas. Quando completou 12 anos, aconteceu um fato que marcaria o início da carreira do jovem no rádio. Tudo aconteceu depois que Dom Severino Batista de França, bispo emérito da Diocese de Nazaré, renunciou ao cargo de episcopado por motivos de saúde. Marcus muito engajado na igreja tomou a iniciativa de gravar um áudio de um minuto contando os motivos da renúncia do bispo.

Marcus Vinicius de Albuquerque tem um futuro promissor (Foto: Divulgação)

Desde 2017 tinha um programa religioso numa rádio comunitária da cidade. Em 2018, Marcus foi ser seminarista em Feira de Santana na Bahia, mas deixou o seminário e em 19 de dezembro do mesmo ano Marcus retornou à sua cidade natal. E assumiu o Plantão Notícias em um horário nobre na emissora. Ele é o único adolescente do Pernambuco a possuir um registro de Jornalista no Ministério do Trabalho e emprego, fruto de uma decisão judicial.

Parabéns, Jornal do Commercio!

Fiquei muito triste que o Jornal do Commercio na sua edição comemorativa de 100 anos não fez uma referencia ao ícone do jornalismo pernambucano Alex. Começou sua vitoriosa carreira em 30 de julho de 1958, fazendo uma coluna social aos domingos e a partir do dia 14 de setembro de 1958 passou a escrever diariamente, substituindo Nelbe Souza. No dia 27 de fevereiro de 1997 Alex foi demitido.

Alex no inicio de sua carreira (Foto: Acervo do blog)

Alex brilhou no auge, na decadência e na retomada. A coluna social está dividida entre antes e depois de Alex. Dos anos 50 até 70, ele reinou como cronista social. Foi até imortal da Academia Pernambucana de Letras. Suas listas de mulheres elegantes mexiam com a sociedade. Não esquecer suas crônicas sobre cinema. Na época que o JC estava falido a sociedade pernambucana comprava o jornal por conta da sua coluna social.

Alex na noite de autógrafos do livro Cadeira Vazia em 1968 (Foto: Acervo do blog)

Alex era imagem do Jornal do Commercio e vice versa. Lembro que certa vez a direção da empresa comunicou que não tinha dinheiro para pagar os funcionários da oficina. Ele não teve dúvida conseguiu a importância. Alex, você foi um monstro sagrado no jornalismo pernambucano. E encerro plagiando a música Naquela Mesa de Sergio Bittencourt: naquela edição está faltando ele.

Vogue Brasil de Fevereiro

Edição que celebra o Carnaval e o já tradicional Baile de Gala, a Vogue Brasil de fevereiro trouxe na sua capa e no editorial de moda m clima nostálgico relembrando o glamour das showgirls da década de 40. Para estrelar, a inglesa Karen Elson, que foi fotografada em Nova York, por Zee Nunes, com direção de moda de Pedro Sales. Aos 40 anos e musa de Tim Walker, a modelo representa o mood onírico e uma atitude teatral nas imagens. Em 2014 assumiu o posto de embaixadora da ONG Save The Children.

Karen Elson é capa da Vogue (Foto: Zee Nunes)

O belo Matheus VK está nas paginas da Vogue (Foto: Pedro Loreto)

A edição de fevereiro da Vogue Brasil traz a matéria exclusiva Tropicália Reloaded, que apresenta quatro nomes da cena nacional que fazem da alegria e do colorido carnavalescos um estilo de vida que dura 365 dias. Multitalentosos, multicoloridos e multiperformáticos, Matheus VK, Mãeana, Guerreiro do Divino Amor e Reah, são destaques na música, nos palcos e na arte, e contam à revista sobre sua carreira e estilo de vida.

JCPM, Imprensa & Confraternização (Final)

Carla Seixas e Ivanildo Sampaio (Foto: Fernando Machado)

Beatriz Castro e Bia Ivo (Foto: Fernando Machado)

Flavia de Gusmão e Marcelo Pereira (Foto: Fernando Machado)

Pedro Lins (Foto: Fernando Machado)

Wanessa Andrade e Bio Antero (Foto: Fernando Machado)